top of page
  • Foto do escritorGrupo Prever Sul

Prever inaugura funerária em Telêmaco Borba

O Grupo Prever Sul inaugurou mais uma unidade de serviços funerários. Dessa vez aterrisamos na cidade de Telêmaco Borba, localizada na região dos Campos Gerais.


A nova estrutura conta com mais de 1.000m², ambientes internos climatizados, criados para oferecer acolhimento e conforto às famílias, seguindo o padrão de qualidade do Grupo Prever Sul.


“A unidade possui três capelas de velório com salas de descanso privativo, salas de atendimento e de gerência, amplo saguão, sistema de wifi e velório online, banheiros com acessibilidade e estacionamento próprio”, descreve Nilmar Squisati, Diretor de Infraestrutura, que complementa:


“O projeto arquitetônico da unidade ficou sob a responsabilidade do engenheiro José Carlos Valêncio (Cuca), os layouts complementares foram elaborados pela colaboradora Amanda Menon. As atividades de execução do projeto ficaram sob responsabilidade da equipe própria do Obras, com a supervisão de Vini Andrade da área de Infraestrutura”.


A estrutura contempla, ainda, três veículos funerários e um veículo de apoio social para prestar atendimento aos associados e clientes.


“É sempre um desafio iniciar uma atividade de obra ou reforma, mas com o apoio de todas as áreas do CSC e do Núcleo de Serviços Póstumos o objetivo de entrega da unidade foi atingido" comenta Vini Andrade.


A unidade está sob a gerência do colaborador Olaerço Rodrigues dos Santos, que constrói sua história no Grupo Prever Sul há 12 anos.


"Trabalhei 06 anos em Paiçandu sob supervisão do José Bernardo e depois fui para Maringá, onde adquiri mais experiência com José Alves, meu gestor na ocasião, e meus colegas de trabalho Willian Cleber e Christopher Cadorin.


Agradeço ao Edilson Lanzoni, que na época estava à frente das funerárias e me contratou em Paiçandu, e ao Rogerio Sasazawa por ter me confiado a missão de gerenciar a unidade de Telêmaco”, compartilha Olaerço.


“Agradecemos o empenho e trabalho de todos os colaboradores que diariamente realizam o propósito do GPS e possibilitam essa e outras evoluções”, finaliza Nilmar.







Comentários


bottom of page